sábado, 23 de setembro de 2017

Confiança



Sempre oculta, a confiança é a primeira a ser procurada e a última a se livrar das sondas.
A.S.





















Tudo se resume ao confiar; o primeiro pilar a ser observado para a boa continuação indisfarçavelmente se fundamentará na confiança.


Anônimo



093.n cqe

Guardai seus tesouros...









A corporação capitalista acabou com a arte maiúscula. Afrescos, hoje inconcebíveis, bibliotecas faraônicas e demoradas arquiteturas, por exemplo, só existem porque o homem não tinha ainda inventado um colchão seguro.


Guardai seus tesouros nas instituições financeiras onde o mofo, a umidade e a ferrugem não destroem, onde os homens não roubam, onde não preciseis tocá-los preocupadamente e a inquietude de manuseá-lo não lhe ataca, onde não tereis ânimo para movimentá-los socialmente.


Assim depositados granjearão companheiros sem crítica ou vontade própria, no entanto, presentes. Sustentarão herdeiros que o depredarão somente muito depois.






Se a morte vir devagar, poderá, sempre, observar os extratos, e se for rápida, terás um funeral com a devida pompa onde será evidenciada sua preocupação com o futuro... na Terra.




092.n cqe

Policiamento externo















Quero todos os julgamentos possíveis. 

Apenas eles mostrar-me-ão minhas certezas equivocadas; o absolutismo arrogante das minhas ações convictas.




091.n cqe





Decepção



Deveria estar contente em finalmente perceber que se mostrastes; que uma ponta solta de sua arrogância virou-se contra nós e deixou a mostra quão tolo você realmente é. Mas estou triste; logo você que amo tanto.

Sua sensibilidade ainda que aguçada esconde uma camada torpe. Vou me recolher novamente e espera-lo. E ao que parece não será por agora e será muito mais longa do que você possa imaginar.

Se passares por mim, observa minha melancolia e reflete sobre o quão triste é a decepção. Normalmente não pensamos nela devido nossa arrogância. Também o sou, e já o fiz com mais frequência; é por isso que hoje amo a todos, ainda que distante - também por conta do mal que cometi.







Mas, ainda que seja um castigo; que faça parte de uma punição merecida: estou triste e irei deixar-te.

Você sabe que não é possível que seja diferente, quem ama não consegue disfarçar, nem o amor, nem a verdade...



...a hipocrisia só é válida aos que se decepcionam mutuamente.




“Viver acaba nos fazendo morrer”
Paulo José



No entanto, há algo de útil na decepção sempre reprovável - que é o que aqui, afinal, interessa - ela nos mantém mais atento; faz-nos mais humanos, separando-nos da nossa essência, da nossa pureza. Então nos armamos e nossa felicidade mescla-se a tristeza que é aqui mais entendida, mais aceita, menos atacada e motiva o enroscar-se interesseiro.

090.n cqe


sábado, 16 de setembro de 2017

Do nascer e do manter-se


A secular e incorrigível miopia universal comemorando óculos high-tech, “Google Glass’s” e “3D’s”.


Até onde é no mínimo entranho a inobservância mais criteriosa com respeito a natural miscelânea de culturas, regionalismos e tradições que se misturam às leis e permissões éticas e morais mais ou menos respeitadas onde cada um, com algum grau de miopia, está sujeito aos interesses particulares e subjetivos dentro de individualidades singulares suscetíveis a história e histórico próprio que deverá desembocar cada pendência do dia em um determinado número de soluções cuja única escolhida nem sempre será a mais adequada ou aquela que foi decidida em favor da vontade honesta de ou dos principais envolvidos e que em meio a isso tudo, respeitadas escolas, práticas e filosofias insistem que há um querer externo aquém de nossa compreensão manipulando vontades, e mais, e também parecendo injusto; que ainda assim cada qual responderá ipsis litteris por suas escolhas!?!


089.n cqe


Franco pensador

A única liberdade que possuímos é a da interpretação; e quando abertas: quanto isto é saudável e pode originar e derivar a inigualáveis e abundantes outras leituras!



A explicação é obrigação ao desobrigado.






Portanto, toda explicação condiciona. Enquanto não se aprende a explorar o existir nos obrigamos às fundamentações rasas. Apenas aquele que é livre procura por si só interpretar o que assiste, procura a liberdade da leitura que não conhece limites. E quando alguém ou alguma ordem quer impô-lo, este lembra que já não mais pertence a grupo algum que comungue sinônimos do verbo tolher.




088.n cqe

Questionando as próprias questões



Questionar as próprias questões deve exigir uma vontade igual à dispensada em manter nossos princípios.

O mundo sempre será um ponto de interrogação, porém cabe a cada um dissipar o seu.



087.n cqe

terça-feira, 12 de setembro de 2017

“Maíco”



Então você resolveu nos deixar!

Como estamos tristes.

Nossa felicidade tornou-se mais triste hoje...

...nosso agora... mais cinza.

Não descansaremos até que possamos nos ver novamente.

*

Vou deixar esta homenagem aqui para que todos que por aqui passarem façam uma prece para que possamos resgatá-lo o mais breve possível.

Uma homenagem carregada de Amor daqueles que sempre te amaram.

Ao nosso sempre e-terno amigo

Mário Lima Filho



sábado, 9 de setembro de 2017

Da disparidade ímpar da Filosofia



A filosofia não deve ser pensada como um todo. A filosofia é de cada um. Única - para cada um que a ela se enverede; daí se forma A Filosofia Irreconhecida.


A Filosofia não é seccionável e jamais estará à disposição do homem; apenas possui ramos. Ela é Una. É díspar em sua inacessível imparcialidade inviolável, singular em partes e suas partes forma A Filosofia Intangível, sem domínio e obviamente a nós desconhecida; apenas pretendida - a poucos; desvelada.



“A filosofia é necessária ainda hoje como crítica do existente precisamente porque persistem e se intensificam a dor, a necessidade, a angústia e a ameaça do infortúnio, precisamente porque é sempre ainda importante saber porque o mundo pode se tornar amanhã um inferno ainda mais assustador do que o de hoje. A filosofia é necessária justamente porque não tem função, porque não serve a nada”.

Oswaldo Giacoia Junior



 “Aquilo que tem uma função está enfeitiçado no mundo funcional.”

T. Adorno

085.n cqe


Tudo/nada é importante



No texto desta semana anoto que “nada é importante” enquanto que na semana passada observei que “tudo é importante”. Sempre pontuando a fundamentalidade do sentido. Mas, independentemente da boa dialética que tudo pondera; como se dá isso?


O que digo ou o que me inspirou a dizer se refere ao fato de que somos ou estamos envolvidos por mitos e obrigações que nos levam às ilusórias prisões cotidianas onde valorizamos cada um a seu modo este ou aquele ponto em grau de representação, interesse e/ou necessidade. Isto posto e assimilado é compreensível entender que sob o ar da essencialidade, nada disso realmente é importante, pois sabemos que teses antes irreparáveis vão perdendo em consideração quando observadas sob outros prismas, culturas, aspectos materiais ou espirituais, ganhos e perdas; afinal são ferramentas que agora têm e no momento que segue à mudança ou são ultrapassadas fronteiras culturais já não mais àquelas porém novas têm importância de valor, de posse que podemos considerar que a Realidade das coisas ninguém alcança com devido efeito. Sob está ótica nada é realmente importante; no entanto tudo é importante porque é a partir desse todo material/psicológico, dessa miscelânea comprobatória, da gastura secularmente revolvida que será formado, que está sendo desenvolvido o que podemos ter de melhor após vidas e vidas sofrendo sob o jugo das insignificâncias valoradas de momentâneos e aparentes significados onde o que não tinha importância importou e muito ao que realmente conta que é a maturação e o aflorar da essência de cada um.



084.n cqe

Abdução definitiva



Exauridos, quando entendemos que tudo se resume em apenas seguir, acabamos por não mais ir; então, parece que alguém ligado a universos superiores que tanto esperamos possa existir finalmente se manifesta e decreta: “para este aí não tem mais graça, pode resgata-lo”.


083.n cqe



Vontade Latente



Não sou ousado, estou apenas tentando me entregar a minha vontade que busca acordar a Vontade Latente ainda adormecida que acredito possuir, estou apenas me exercitando; é minha disciplina que irá aflorar o diamante ou o louco. 



082.n cqe

O poço mais fundo



A maior e última baixeza a ser vencida ao homem que se quer livre é entender quanto abjetos pudemos ser ao nos aceitarmos pecadores.


O mito do pecado foi criado, obviamente, e existirá por tanto tempo quanto nos entendermos dele merecedores, e também, que só o merece o biltre mais vil da espécie por reconhecer efetivamente que nossa natureza insana não possui limites.




"Quando conquistado tudo o que todos querem cortejar, a pobre recompensa não vale os custos: juventude desperdiçada, alma aviltada, honra perdida, são os teus frutos, ó paixão triunfante!"

George Gordon Byron


“É necessário a um príncipe, para se manter, que aprenda a ser mau. Que o monarca minta, seja cruel, e até mesmo, mate, se assim for necessário, para manter-se no poder”.

Maquiavel


“Então, o conceito de política se absorverá todo em uma luta de espíritos e todas as formações potenciais da antiga sociedade irão para os ares, porque todas assentam na mentira; haverá guerras como nunca houve na terra. Somente depois de mim começará no mundo a grande política.”

Nietzsche

 

“Homens nobres e sábios acreditaram outrora na harmonia das esferas; homens nobres e sábios acreditam ainda no ‘valor moral da existência’. Mas há de vir um dia em que essa harmonia, ela também, não será mais perceptível a seus ouvidos! Despertarão e perceberão que seus ouvidos haviam sonhado.”

Nietzsche

081.n cqe


 “Conheço o ser humano, e sei que ele pode fazer todas as coisas que se julga incapaz”. A.S.

Força confinada



A maior das emoções cabe em uma única lágrima.

Anônimo

Contribuição da Minha Sempre Bem Amada


080.n cqe

Enquanto isso; Ah! A ciência...










“Essa ciência moderna que, sendo propriamente uma filosofia da efetividade, pelo visto acredita somente em si própria, pelo visto possui a coragem de ser ela mesma, a vontade de ser ela mesma, e se saiu bastante bem até agora sem Deus e sem além e sem virtudes negadoras. No entanto, com tal alarido e tagarelice de agitadores não se consegue nada comigo: esses corneteiros da efetividade são maus musicistas, suas vozes, bastante audivelmente, não vêm da profundeza, neles não fala o abismo da consciência científica – pois hoje a consciência científica é um abismo – a palavra ‘ciência’, nessas bocarras de corneteiros, é simplesmente uma indisciplina, um abuso, uma senvergonhice. Precisamente o contrário do que é afirmado aqui é verdade: a ciência não tem hoje simplesmente nenhuma crença em si, sem falar de um ideal sobre si.”

Nietzsche

079.n cqe

Enquanto te preocupas com o pouco...



...o mundo está acontecendo.

Antiprofissionalismo - Enquanto nos preocupamos em segurar informações, informações importantes estão acontecendo sem que tomemos conhecimento.

078.n cqe


Aja


Não fique puto; faça alguma coisa.

077.n cqe

sábado, 2 de setembro de 2017

Dos caminhos que negligencias














Sob a sombra do tão somente discurso mendaz de “cortar na própria carne”.






Oportunidades outras - De que forma poderia ser avaliada hoje a proposição celebre de Kant, de que “o caminho crítico seria o único ainda aberto”, se observado que a oportunidade foi negligenciada; analisando sob o ponto de vista já provado em todas as áreas onde a desatenção, a omissão, resultada do trato amador abre o campo para uma série de outros – no caso “caminhos, possivelmente, ainda mais críticos”!?!


Enquanto temos recordes populacionais automaticamente pululam novos caminhos.


Em tempos de pais de novelas sempre cabe o sábio aforismo de que levamos nossos filhos ao dentista para o bem deles e não para maltratá-los.



 076.n cqe 

À toa


- Você acredita em Deus?
- Depende do poder de argumentação Dele.

Desce o pano



- Você acredita em Deus?
- Depende em que Ele está se baseando.


Da série; baseado em um baseado, viajou.


075.n cqe