sábado, 19 de setembro de 2009

O melhor a fazer é ignorar


Veio visitar-me esta semana, meu amigo Carlos, estudante e entusiasta de Física.
Reclamou-me, - enfronhado em tentar também entender alguns mistérios - daqueles que, diferente dele; não buscam alguns porquês que deveriam constar da cachola de todo mundo, “não o fazem”, diz, “e ainda me criticam, taxando-me de estranho por me interessar por assuntos que, erradamente entendem, só deveria pertencer a classe dos gênios”.

Perguntei então como estavam as observações das estrelas e seus vizinhos – depois que montou seu próprio telescópio não havíamos mais conversado – respondeu então que “quando tenho tempo o tempo não ajuda”

Obrigado Carlos, por sua visita, e siga em frente; estamos torcendo para que o verão não tarde e os céus se abram para você.
Abraços

086.a cqe