sábado, 17 de outubro de 2009

Para aqueles que são difíceis de ser decifrados



Dia destes encontrei um desses colegas fechados, que pouco se abrem; buscando fotos de terror, destas assustadoras, no computador.

Surpreso, - quem é que entende a natureza humana - mas de pronto, falei que aquele também era para mim um hobby, e disse que buscaria alguma para postar no Blog marcando este gosto em comum.

Porém me deparei com algo extremamente difícil; não poderia simplesmente postar uma foto sem mais nem menos e colocar o seu apelido em baixo: “cachorrão”.
Mas como; se estou a me referir a um cara bastante reservado, pelo menos para comigo, afinal não fazemos parte do mesmo círculo de amizades, e, por outro lado, sei que não gosta da politicagem besta normal a todo ambiente de trabalho, muito menos é dado à bajulação barata?

Sem querer usar isto como desculpa, vou ficar apenas na foto, espero que cumpra esta o seu papel, porém digo que este campo aqui é democrático, então aceito sugestões para mudanças, como também de tempos em tempos mudarei a foto, afinal encontrei dezenas delas, assim postarei outras com o mesmo motivo neste espaço.

Abraços xará, e bom fim de semana.

Ps.: Uma frase; para selar ainda mais minha falta de criatividade.

“Deixe o seu adversário falar. Depois, deixe-o falar um pouco mais.”


Do pequeno livro MANDICAS
Aleksandar Mandic


093.a cqe