sábado, 1 de abril de 2017

Um passo atrás... e temos o avanço



Antes de tudo
Trabalhemos nosso senso de respeito

                                                Respeito
Sempre é tarde demais para aceitar
Arrepender-se e entender
O quão nada era e o quão estúpido fomos
Agora, possivelmente não alcançável
Aquele que procuramos para as tardias
          Mas tão devidas quanto sinceras desculpas

Tardiamente a disposição
                     Quem sabe! Para sempre
Observados hoje como um equívoco, 
                                  Um mal entendido, 
                                  Uma graça
               Tornou-se mais dor o pensar tardio
               Tornou-se vã a revolta armada
               Transformou-me em um parvo
O revide, o virar as costas, o ímpeto orgulhoso
              O tolo agora sou eu
                        A seta mudou seu norte
                        Antes de tudo respeitemos
E, par e passo, sejamos agradecidos

O arrependimento jamais apagará o desrespeito

*

Respeite; sempre é tarde demais para aceitar, arrepender-se e possivelmente não alcançável aquele que procuramos para as tardias mas tão devidas quanto sinceras desculpas.

085.M cqe