sábado, 9 de julho de 2016

Papo furado













Se não consegues o mínimo, 
tente ao máximo 
não ser mais um estorvo.




Se a conversa de “é meu destino”, ou “é minha missão”, não está fazendo você progredir como indivíduo quando mais se utiliza desse expediente para mante-se escondido se aproveitando de sua veia falsa de pobre coitado inseguro e carente de tudo e da complacência daqueles que mais o suportam por polidez que compaixão; tente resgatar um mínimo de coragem para uma atitude descente: largue tudo, unindo toda a coragem e vergonha que nunca demonstrastes ter, e procure ao menos ser gente.

Da série; “muito ajuda quem não atrapalha”


026.L cqe